terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Foi para isto que se conquistou a liberdade de imprensa?

O FC Porto, através da sua newsletter Dragões Diário, denuncia hoje mais uma falsa notícia publicada pelo jornal A BOLA. Na sua edição de ontem, o pasquim lisboeta afirmava que os Dragões estariam interessados na contratação de Lima, antigo avançado do Benfica, algo que o clube desmente frontalmente. Ao que parece, o jogador, agora ao serviço do Al Ahli, limitou-se a vir fazer tratamento numa clínica em Portugal, o que serviu imediatamente de pretexto para a imprensa da capital fazer um filme de ficção.

Infelizmente, o jornal A BOLA assemelha-se cada vez mais a um daqueles indivíduos que padecem de um distúrbio mental grave e mentem compulsivamente sem a menor consciência da gravidade dos seus actos nem a mínima preocupação sobre as suas consequências. Ou isso, ou avariou-se-lhes o calendário e pensam que todos os dias é 1 de Abril. Hoje, o mesmo jornal volta à carga com mais uma pseudo-notícia do mesmo género e que, como facilmente se adivinha, não deverá passar de mais uma das suas tretas inventadas à pressão mas que tanto agradam à massa acéfala encarnada. Alega agora A BOLA que o FC Porto está a tentar o empréstimo de Eder, o herói português da final do Europeu de França, que tem contrato com o Lille até 2020. Aguarda-se pelo desmentido de amanhã... do Dragões Diário, claro. 

A mentir por mentir, A BOLA sempre podia dizer que o FC Porto está interessado em contratar o Messi ou o Cristiano Ronaldo. Afinal, já ninguém acredita nestas tretas mesmo e sempre divertia o pessoal. E assim vai a comunicação social deste país. Foi para isto que se conquistou a liberdade de imprensa em Abril de 74?

Propaganda fascista da Capital do Império

Logo que o Danilo Pereira foi expulso em Moreira de Cónegos, iniciou-se uma campanha movida pela intelectualmente corrupta imprensa lisboeta com o claro objectivo de branquear a atitude do árbitro e, consequentemente, motivar a suspensão do jogador portista. Assumindo uma postura de total facciosismo e de viciação da verdade dos factos bem ao jeito dos métodos comuns em Portugal nos tempos do fascismo, os jornais da capital começaram por afirmar que Danilo teria perdido a cabeça e agredira o árbitro com uma peitada nas costas. Depois, perante a estupefacção e o enxovalhamento que a situação causou a nível global, mudaram completamente o discurso, passando a defender a tese de que o Danilo foi expulso por "bocas" ao árbitro (um argumento que lhes dava muito jeito, já que as imagens não permitiam perceber quaisquer palavras saídas da boca do jogador e, como tal, prevaleceria sempre a versão do árbitro). Pois eis que agora, numa nova inversão de critérios, vêm novamente acusar Danilo de atingir intencionalmente o árbitro, recorrendo-se para tal de uma interpretação completamente distorcida de imagens de vídeo inéditas entretanto "descobertas".

O vídeo demonstra que, num primeiro momento, Danilo corre efectivamente na direcção do Luís Godinho em jeito de protesto pelo atraso intencional ao guarda-redes do Moreirense não assinalado pelo árbitro, mas TRAVA cerca de 3 metros antes deste e RECUA, dando três passos para trás. É Luís Godinho que, na sua corrida desenfreada à retaguarda, sem ver por onde ia, CHOCA com Danilo!


A imagem seguinte mostra o exacto momento em que Danilo trava. Como facilmente se observa, o jogador encontra-se ainda a cerca de 3 metros de distância de Luís Godinho. A partir deste momento, Danilo inverte o sentido do seu movimento, recuando três pequenos passos antes de ser abalroado pelo árbitro.

  
Daqui se prova que, não só não existe qualquer agressão ao árbitro como os corruptos da Capital do Império tentam agora impingir ao público, como também não foi Danilo a provocar o contacto. Mas nem sequer é essa a questão principal. O que está por explicar desde o primeiro minuto é isto: se Luís Godinho não tinha acesso a imagens quando expulsou o Danilo, como podia saber se o jogador tinha ou não provocado o contacto intencionalmente, ainda para mais sabendo-se que, no momento do choque, o jogador ia a andar para trás? Agiu de má-fé expulsando o jogador às cegas, ou vê pelo olho traseiro?

A corrupta imprensa da capital pode entender que, com estas estratégias vergonhosas e estas mentiras infames, vende mais papel aos acéfalos que aceitam tudo o que lêem sem sequer questionar a verdade dos factos, mas nós não temos a obrigação (e nem sequer o direito!) de pactuar com estes métodos fascistas quando está em causa a dignidade de um jogador que, além de possuir um currículo exemplar, contribuiu recentemente para a conquista de um título europeu inédito para Portugal ao serviço da Selecção Nacional. Os portugueses não são assim tão cegos e tão ingratos! Quem age desta forma vergonhosa e quem pactua com ela não é digno de se dizer português! 

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

O Benfica vai de Ferrari...

Mais uma prova de que toda esta celeuma em torno dos árbitros não irá mudar absolutamente NADA no futebol português, é o facto do Conselho de Arbitragem ter nomeado Nuno Almeida para apitar o próximo jogo do clubezeco dos vouchers. O polvo está vivo, de boa saúde e mexe-se bem! 

Para a deslocação a Guimarães, um dos jogos mais difíceis que os lisboetas vão ter nesta segunda volta do campeonato, os dirigentes da arbitragem decidiram nomear nada mais nada menos que o Ferrari Vermelho de Monte Gordo, um árbitro assim conhecido no seu meio por ser fervoroso adepto dos encarnados. A ver vamos o que irá acontecer, com a certeza porém de que já se esgotou completamente a margem de manobra que os árbitros tinham para os erros grosseiros em favor do clubezeco do regime e, principalmente, em prejuízo do FC Porto.

Estariam armados com Kalashnikovs?

Esta escumalha da arbitragem cada vez mete mais NOJO! Enquanto andaram metade da época a viciar completamente a verdade desportiva das competições nacionais com erros grosseiros sistemáticos em prejuízo do FC Porto, estava tudo bem, Não havia cá reuniões, nem declarações, nem manifestações de indignação. Mas bastou que aparecessem dois indivíduos (DOIS, não "um grupo" como a corrupta imprensa lisboeta logo tratou de inventar) no centro de treinos da Maia a mandar umas bocas aos árbitros para se sentirem ameaçados, chamarem a polícia e  até (pasme-se!) convocarem uma reunião de emergência! 

Podiam aproveitar essa reunião para discutir a quantidade infame de penalties escandalosos que já ficaram por marcar a favor dos Dragões esta época, os golos limpos que nos foram anulados, ou ainda aquela expulsão ridícula do Danilo que enxovalhou o futebol português aos olhos do Mundo, mas não, isso não lhes interessa, isso não lhes importa! 

E afinal, o que se passou assim de tão grave na Maia? Agrediram algum árbitro? Partiram os dentes a alguém? Estavam armados com Kalashnikovs? Deviam estar, pois só assim se compreende que dois indivíduos causem tanto pânico num grupo de homens em excelente forma física. Mas não. Segundo o Jornal de Notícias, tudo se resumiu a umas bocas mandadas ao Artur Soares Dias, como por exemplo: "Vê lá se apitas bem, ó filho da puta"! De facto, têm razão os árbitros para se sentirem indignados. É que chamarem-lhes filhos da puta já faz parte do seu quotidiano, agora dizer-lhes para arbitrarem bem, isso não se faz! Há limites...

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Que final-four empolgante!

Vou já comprar bilhetes para ir ao Algarve ver esta final-four empolgante:

Moreirense - penúltimo classificado da 1ª Liga.
Vitória de Setúbal - 9º classificado da 1ª Liga.
Rio Ave ou Marítimo - 6º e 8ª classificados da 1ª Liga, respectivamente.
E claro, o clubezeco dos vouchers...

Está tudo em aberto, ninguém adivinha quem vai ganhar! Obrigado, senhores árbitros internacionais de pacotilha!